Dress Code

Dress Code Dress Code Dress Code
Dress Code
Dress code e a sua importância no mundo corporativo Saiba o que é o dress code e entenda por que ele é fundamental para você se posicionar bem no mundo corporativo.

As roupas têm um papel muito importante tanto na expressão da personalidade e da identidade de alguém ou de uma corporação como na de seu posicionamento . No mundo corporativo, o dress code pode servir para identificar a empresa e também o papel do funcionário nela.
O que é o dress code Ao pé da letra, traduz-se código de vestimenta: o conjunto de regras que orientam como vestir-se da maneira mais adequada em cada ocasião ou ambiente.

Sabemos que a maneira de se vestir comunica uma mensagem. Por isso, o dress code tem sua relevância para garantir uma sintonia entre a ocasião ou ambiente e a vestimenta.
E no mundo corporativo Aqui, o dress code é fundamental para transmitir o posicionamento e os valores da empresa.

Mesmo o no dress code, ou seja, a ausência de uma regra para se vestir no ambiente de trabalho, torna-se um código, quando adotado pela empresa – comum em startups, fintechs e empresas em geral que desejam tornar-se Cool Company 's.
A flexibilização do dress code As jornadas de trabalho flexíveis e o home office fazem parte de um novo momento do mercado de trabalho, principalmente depois da pandemia. Isso se reflete também no dress code no mundo corporativo.

Apesar de ele ter como objetivo, de certa forma, ordenar e padronizar o visual para diferentes ocasiões, profissionais, sociais etc., a sua flexibilização no ambiente corporativo tem ganhado cada vez mais força.

Alguns dos motivos apontados por determinadas empresas que permitem maior liberdade na escolha do look de trabalho, ou até mesmo aderem ao no dress code, são estes: respeitar a individualidade, favorecer a inovação e aumentar produtividade.
Tipos de dress code Existem alguns tipos principais de dress code que podem ser adotados pelas empresas: formal, semiformal e informal.
Seriedade e credibilidade do look formal Em geral, as corporações que determinam um dress code mais rígido e formal desejam transmitir seriedade e credibilidade, por isso o uso de cores sóbrias e neutras são ideais para compor o look.

A formalidade também está presente na escolha das peças: ternos, camisas sociais, acessórios discretos, etc., bem como na dos sapatos. Por contar com um tom mais sério, oxfords pretos e marrons são uma ótima opção.
Entre a casualidade e a formalidade está o dress code semiformal Mesclar casualidade com formalidade é a proposta de algumas corporações que adotam o dress code semiformal. Isso pode ser feito por meio do uso de peças mais clássicas junto com uma modelagem mais moderna, por exemplo.

Além das roupas, que nesses ambientes menos formais podem ser mais versáteis – uma alfaiataria, uma camisa de botões e até contar com um pouco mais de cor (geralmente uma coringa, como o azul marinho) –, os sapatos também tomam o mesmo rumo; nesse sentido, um derby mais discreto cai muito bem aqui, uma vez que se adapta a diferentes tipos de visuais.
Despretensão e elegância no look informal O dress code informal não possui tantas restrições e permite o uso de peças mais coloridas, leves e despretensiosas. Mas, não se deve perder de vista o ambiente corporativo.

Informalidade não é somente camiseta e bermuda, um look mais simples não precisa deixar de lado a elegância – é possível que ele seja informal e elegante ao mesmo tempo. Para você que não abre mão da sofisticação mesmo com peças despretensiosas (como o jeans), uma ankle boot é a combinação perfeita.

A tendência de looks menos formais é cada vez mais evidente no ambiente corporativo, mas é possível obter conforto e leveza no dia a dia sem exagerar na informalidade.
Dress code e estilo pessoal Você pode estar se perguntando como preservar a individualidade do seu estilo se o dress code no mundo corporativo for rígido e formal ou mesmo semiformal.

Algumas profissões exigem uma certa forma de se vestir – por identificação ou pela necessidade de algum equipamento de segurança.

Adotar um código de vestimenta não significa vestir todos iguais, apenas orientar de acordo com a identidade da empresa.

Na maioria das vezes, alguns detalhes acabam sendo mais flexíveis, mesmo em um look formal, como o uso de acessórios. Por mais limitado que possa ser, o seu uso é uma forma de expressar o estilo pessoal: por meio da cor, do formato, do modelo etc.